Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A vida que os outros vêem

As pessoas gostam de falar. Dizem de boca cheia que aquela faz isto e aquele aquilo. Pensam que por verem uma pessoa com um carro novo já estão ricas e podem pagar uma casa nova e comer lagosta ao jantar. Rapidamente lhes sobe a inveja e passam a tratar essa pessoa como um verme da sociedade só porque elas têm um carro melhor. O que as pessoas não sabem e que nem tudo o que parece é, eu por exemplo comprei um carro novo mas estava e estou profundamente infeliz por ter "abandonado" o meu carro velho, sim que estava a cair de podre. E não, não tenho dinheiro para comer lagosta ao jantar, tive de abdicar de algumas coisas para comprar o carro novo. Este post vem a propósito da notícia que anda a correr a internet sobre a Essena o'neil que nas redes sociais tinha uma vida de princesa mas a sua realidade era bem mais triste. Quantas e quantas vezes eu não olhei para a vida das minhas amigas no facebook e desejei ter o mesmo que elas? Lembro me de estar no 11 ano e sofrer imenso de ansiedade, eu não conseguia ingerir mais do que um copo de leite pela manhã... Havia uma rapariga da minha turma que numa conversa me diZia "eu como 6 carcaças por dia" obviamente que era um exagero, mas eu pensei logo "quem me dera ser como ela" mais tarde vim a saber que ela tinha saído do liceu pois não aguentava a pressão que os colegas faziam, pois sofria de bullying. Foi um murro no estômago, afinal eu cheguei a desejar uma vida para mim bem pior do que a que eu tinha só porque ela dizia que comia de manhã e eu não. Mas está não foi a única situação que me fez pensar, essa foi a primeira a abrir me os olhos, as outras vieram depois e de uma forma bem mais agressiva, pois a mentalidade também é outra. Enquanto namorei com o P. Fui infeliz, tentei ser feliz e negava as coisas que me aconteciam embora no fundo eu tivesse a perfeita noção do estado de infelicidade em que me encontrava. Cada foto postada no face, no instagram tinha um sorriso, o meu sorriso, chegavam aos 70 likes.... As pessoas pensavam "woW está miúda está mesmo feliz" " este casal é 5 estrelas" "é só amor" mas na verdade por trás daquelas fotos era só ansiedade, lágrimas, tristeza....só me apercebi disso já depois de terminar com o P. e quando o L. Me disse " és tão feliz, estás sempre a sorrir" .... Nessa noite vi todas as fotografias que tinha no meu facebook e a ansiedade tomou conta de mim... "Não Rute, tu não estavas feliz aqui, nem aqui, nem aqui... Mas disfarçaste bem" o L. achava que sim que eu era muito feliz talvez tenha sido isso que o fez apaixonar se por mim e se afastar logo em seguida pois não aguentava uma relação a distância (mais uma desilusão na minha vida, mas o sorrisonestsva cá). Lembro me também de a minha prima se virar para mim e perguntar "achas que estou bonita nesta fotografia?" E de eu responder "estás! Estás tão feliz aqui" e a resposta dela foi "chorei o dia todo quando tirei está foto".... E hoje o sentimento de inveja alheia volta a apoderar se... Inscrevi me no ginásio e para além disso inscrevi me no Pt também para poder estar com a cabeça ocupada, para atingir o meu objectivo mais rapidamente mas principalmente para alimentar a minha auto estima quase inexistente.... Nunca quis ir para o ginásio sozinha, achava que não ia ter amigos e que por isso iria desistir rápido e isso implicava mais uma frustração na minha vida. Mas uma amiga minha frequentava um e eu decidi que com ela seria mais fácil. Acontece que, embora eu seja uma pessoa infeliz, com muitos problemas emocionais, eu tenho um sorriso contagiante (dizem) e ao contrário do que eu pensava, as pessoas do ginásio gostaram de mim e da minha forma de lidar com elas e isso fez com que eu fizesse muitas amigas. A minha motivação no ginásio também ajuda. Mas a minha "amiga" não gostou que eu tivesse chegado 6 meses depois dela e tenha conseguido muito mais do que ela em apenas dois meses, então decidiu que rebaixar me seria a melhor opção. Gosta de passar as aulas de grupo a dizer que sou infantil, que nunca vou ter músculos nas pernas, entre outros comentários menos felizes que não vale a pena mencionar. Só que a minha "amiga" não tem ideia de que eu estou ali e estou motivada da forma que estou porque a minha psicoterapeuta deu me a alternativa de me internar me caso eu não tomasse uma atitude na minha vida.... Eu sou forte, eu estou focada em reerguer me, e os comentários dela não me deitam abaixo mas eu podia estar mais fraca e a reacção podia ser mais trágica...e depois como seria? Isto para dizer que não sabemos nada da vida das outras pessoas nem nunca vamos saber pois o ser humano só mostra o que quer. No ginásio eu sou uma miúda feliz, que trabalha e ganha o suficiente para fazer aulas de grupo e treino personalizado. Sou uma miúda que está sempre a sorrir, pronta para a brincadeira e motivaríeis para estar ali... Só não sabem e que por de trás dessa miúda, está uma menina que chora quase todas as noites e reza para que a felicidade chegue.

image.jpg