Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

Aprender a viver comigo

A pior parte quando se termina uma relação é desabituarmo-nos das rotinas. 

Dormi bem e sem comprimidos pela primeira vez desde quinta-feira, o que é optimo, mostra que esta ruptura não está a interferir com o meu sistema nervoso. Foi dificil levantar me e encarar o primeiro dia a sério sem aquela pessoa na minha vida. O primeiro dia ainda estamos a quente, ele pode ainda mandar sms, ainda estamos iludidas com a força que nos fez acabar com aquela relação que nos minava, damos um tempo, ficamos na cama e pomos a cabeça no lugar. Foi o que fiz, sexta-feira não fui trabalhar, e sabado e Domingo fiquei na cama. Fiz apenas o que quis, vi televisão, pois ajuda a afastar pensamentos negativos, vi filmes, comi e dormi sob efeito de comprimidos. Mas hoje não, hoje é segunda-feira e foi dia de trabalho, dia de enfrentar a vida com menos uma pessoa, aquela pessoa que era tudo na vida.

Custou, custou chegar as 8.30 da manhã e não receber aquela sms de bom dia a dizer "amo-te muito" cheia de bonequinhos que ilustravam o que seria o resto das nossas vida, custou chegar o meio dia e nao receber a chamada de "estou na hora de almoco, como está a correr o teu dia" e ouvir as babuseiras do trabalho dele, custou sair do trabalho e não ter ninguem a quem ligar para dizer que vou dar explicação e que mais ou menos uma hora e meia depois estaria lá em casa para fazer o insanity e jantar juntos e talvez dormir de conchinha, custou terminar a explicação e tomar outro caminho para casa, custou jantar sem aquela pessoa, custou deitar me na minha cama da casa dos meus pais e ligar a tv no canal da casa dos segredos sem ter uma pessoa para me rir daquelas parvoices.

Eu ja nao estou a fazer o insanity e ele ja nao esta ali deitado no sofa cheio de frio á minha espera e a rir se das minhas figuras.... a cama já nao é a mesma, a cozinha e a comida nao é a mesma, e o cheiro desapareceu... 

Para não desabar aqui tenho de pensar que afinal tudo o que disse ali em cima era uma ilusão, uma ilusão perigosa que me fez sofrer durante anos e tornar me numa pessoa pior. O dia passou-se sem estes habitos rotineiros, mas teve algo diferente, estive calma, nao estive ansiosa a pensar se ele vai ou não mandar sms de manhã, se ele vai ligar a hora de almoco, se eu vou poder ir ter com ele sem ver nenhuma mensagem ou ter de andar no carro dele e sentir o perfume da outra.

Estou deitada na minha cama, sem ele, sem a gata, sem o cheiro daquela casa, mas estou serena, sou eu e só eu, sem medos, sem ilusões, apenas com um vazio que pode ser preenchido, e vai ser, pelo tempo. 

 

3 comentários

Comentar post