Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A minha vida virada do avesso V

 

Já tarde e em más horas, aqui estou de novo. Tem sido um dia dificil, um dia brutalmente cruel. Hoje poderia estar aqui a falar da minha relação e do meu feitio excessivamente controlador, mas não, hoje estou aqui por outro motivo. 

A minha familia é o meu apoio incondicional, sou muito ligada a ela, gostava que todos se dessem bem e adoro todos os momentos em familia, 2012 foi um ano excelente neste campo e certamente nunca irei esquecer.

Em todas as familias existe sempre alguem que degenera, que é diferente, que causa mais problemas que todos os outros, no meu caso, e apesar de eu não ser flor que se cheire, e ter estas carências enormes, existe uma outra pessoa que sofre do mesmo que eu mas num nivel bem mais arrebatador, com uma consciencia bem mais abaixo do normal. Digamos que poderá sofrer de alguma psicopatia, e não, nao é uma mulher que ama demais, ela ama até de menos.

É mais nova que eu, um ano, cresceu com alguns complexos, dislexica, sempre menos que os outros, maria rapaz... nunca a quiseram ajudar, pelo contrário, sempre a deitaram ainda mais abaixo, e o tempo foi passando e ela foi moldando a sua personalidade assim. Nunca gostou da escola, comecou a trabalhar cedo e a ter namorados muito cedo também. Desde pequena que tem a visão de fada do lar, o marido, a mulher e os filhos. Comigo nunca se deu bem, sempre teve uma inveja e um sentimento de inferioridade enorme face a minha pessoa, pensa que tenho uma vida excelente só porque tive mais atenção dos meus pais, estudei, formei me e tenho relacões duradouras... mas mal ela sabe que eu sofro horrores nas minhas relações por amar demais, por desenvolver obcessoes tao fácil como quanto respiro. 

Acontece que á medida que foi crescendo foi criando amigos imaginários e foi se desprendendo da realidade, o trabalho é a unica realidade que ela tem, que ela enfrenta.

Sempre procurou rapazes problematicos, ligados a coisas ilegais, rapazes que poderemos chamar os do "ghetto", o tipico rapaz do bairro que usa air max, que tem brincos de ouro, ou os que curtem carros tunning e andam por aí a fazer barulho e acham-se muito cool.

Arranjou um desses e engravidou. Claro, nao poderia correr bem, saiu de casa sem sabermos que ela estava gravida, aos 4 meses de gravidez ele informou nos de que ela estava gravida de uma menina.. e o resto foi um filme de terror.....

Ela voltou para casa e todos cuidámos da bebe como se fosse nossa, todas as necessidades estavam satisfeitas pela familia inteira, é o bebe da familia, o nosso cassula a alegria dos nossos dias...

Os meses foram passando e ela descurou o ser mãe, passamos a ser mãe e pai nós! A bebe apegou se a nós e agora, ela arranjou um namorado e quer fazer a vida dela. Não conhece o rapaz, ele nao a conhece, vao viver para longe e vao levar a bebe.

 

Fiz algo que nunca se faz, substitui a mãe, para mim era como minha filha a precisar de mimos e cuidado , apoiei me nela nesta minha fase conturbada e hoje avisam me que amanha ela já nao estará cá! Estou de coração partido, sinto um vazio enorme como se me tivessem arrancado um pedaco de mim... tento manter a esperança, uma luz ao fundo do tunel... mas terei de esperar, só o tempo o dirá... cheguei ao cumulo de ter ciumes de ver a bebe com a mãe, e se ela agora for embora, o que farei eu? não é minha filha, mas é como se fosse e precisa de mim. 

 

Com tudo isto consegui por de lado a ansia de ir a psicoterapeuta.. e ja so falta um dia......

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.