Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A reagir

Pois é, se a ultima vez que vim aqui estava de rastos, sem vontade de sair e a precisar de uma grua para me tirar da cama todos os dias... este fim de semana reagi pela primeira vez!!!

Sexta-feira fui sair a noite para um bar com a minha mae, a minha tia e a minha prima para festejarmos o aniversário da minha mãe, tentei divertir me e não pensar em nada... Sabado fiquei na cama, mas precisava para descansar, para me restabelecer da semana.. Domingo fui ao teatro!

Fui ver os improvaveis e tenho a dizer que gostei muito, por acaso fizeram me rir e isso é coisa complicada de ha dois anos para cá.

Mas há coisas que não entendo, o dia passou-se, agi como se o P. já nao fizesse parte da minha vida, nao falámos, e de noite um vazio enorme apoderou-se de mim... sinto que aos poucos nos vamos afastando, a vida vai tomando o seu caminho, e vamos levando rumos diferentes.. 

Como posso eu sentir falta de uma pessoa que me magoou tanto? porque não consigo eu sentir raiva dele? Ficar zangada com ele por tudo o que me fez passar? Todas as vezes que me fez chorar, todas as vezes que não esteve lá para mim, todas as mentiras, todas as desilusões.... Será que eu aceitei a maneira de ele ser? Ou fui eu, se era a mim que aquilo que ele tinha para me dar não chegava? Ele e assim, talvez seja a forma de ele ser, talvez ele até se tenha esforçado para me fazer feliz a maneira dele....

Hoje lembro me de chorar cada vez que pensava na vida que poderia ter com ele, de evitar sair com as minhas amigas que (no meu ponto de vista,) têm relacionamentos perfeitos, para nao odiar ainda mais a vida que eu levava... e sinto saudades dele??? será normal?
O meu único objectivo de vida é ser feliz com alguém, ter um grande amor, ter alguém que me veja como mulher, a única mulher da sua vida, um amor correspondido sem inseguranças, sem medos, um amor feliz... E ele não me pode dar isso...
Eu vivi um inferno com ele, eu atingi o maior ponto de exaustão emocional com ele não posso voltar a querer isso para mim. Não me posso esquecer que eu tenho de me amar a mim primeiro de tudo e só depois poderei amar outra pessoa...

Ja reagi... e isso é o mais importante!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.