Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

A minha vida virada do avesso - crossfitjourney

Para a G(aja) V(adia)

Parece que estive ausente, mas agora voltei e voltei em força.. A festa de final de ano, as férias e algumas asneiras pelo meio fizeram-me ausentar para me poder encontrar de novo. 

A novidade que trago não é tão feliz para mim como para as outras pessoas.. Comprei um carro, sim, e perguntam me - " e isso não é um espectaculo?" "largaste a lata velha, wow" "estás uma crescida, ja tens poder de compra" "este é teu, foi comprado com o suor do teu trabalho" ... e o discurso continua.. mas na minha cabeça não existe som, so uma imagem da minha "lata Velha" a desparecer... 

Sim é verdade, tenho de admitir, tenho um problema,ja amo demais as pessoas, ao ponto de querer inventar uma doença para não ter de me despedir dos meus heróis, mas tambem amo demais as minhas coisas... e amava demais o meu carro...

Toda as pessoas que conviviam comigo tinham a noção do amor que eu nutria pela viatura.. foi o meu primeiro carro, lembro me de dizer ao meu pai que queria um carro com o volante gordinho e isso bastava-me para que gostasse dele... e assim foi, ha 8 anos atrás o meu pai ofereceu me o meu primeiro carro um ford fiesta azul com o volante bem gordinho... Já nao era novo, vinha ate bastante mal tratado, mas limpei o com a minha mae, mandá-mos estofar os bancos e o tecto e ele ficou como novo! Tinha como letra de matricula GV ao que a apelidámos de Gaja Vadia, um nome que coincidia não só com a matricula mas com uma parte da minha personalidade por sofrer bastante de paixões fugazes naquela altura. 

 

Durante 2 ou 3 anos, nao deu problemas, levava me para todo o lado, iamos a praia, iamos acampar, levava me a mim e as minhas amigas a sair, levava os meus pais a passear...sempre que eu estava triste iamos ate ao guincho conversavamos e eu acaba pro vir sempre mais calma... conduzir é realmente uma terapia e todos o deviam fazer...

Em 2012 sofremos um grave acidente, ficou completamente destruido, eu consegui sair ilesa, mas ela nao... Quando o reboque chegou à oficina, o meu tio (mecanico) disse que teria de ir para a sucata pois o seguro nao iria cobrir o arranjo, tendo em conta que seria muito superior ao valor do carro... chorei chorei e chorei ainda mais e arranjei dinheiro para juntar ao que o seguro ia dar para que o meu tio o arranjasse... e assim foi... 3 meses depois ela estava de volta Linda e Possante como sempre... ficou com algumas mazelas, nunca mais pode fazer grandes viagens mas continuava a levar me onde eu queria. 

Eu ja era conhecida pelo carro, sempre que passava uma loira com um ford fiesta azul e um Ohm na janela era a Rute... sim, todos nos conheciam nao havia sitio onde fossemos que nao soubessem quem eramos... 

As minhas amigas diziam que o carro era so truques, não abria as portas a qualquer pessoa, tinha uma personalidade muito forte, a minha abria sempre, a do pendura nem sempre, tinha um alarme tao psicadelico que se ouvia em toda a zona, se por acaso o perdia no shopping bastava acionar o botao que encontrava logo, os vidros nem sempre abriam, chegou a "dormir" de vidro aberto na Damaia sem que ninguem lhe tocasse, fui "apanhada" umas quantas vezes pela policia sem cinto, sem seguro, ou sem inspecção, mas como ja eramos tao conhecidas, tinhamos sempre a sorte de nos safarem daquelas multas horrendas que so servem para encher o cu ao estado. 

Ultimamente ja era preciso fazer uma grande ginastica para passar na inspecção, o motor de arranque estava a dar as ultimas, aquecia imenso so de andar uns 10 minutinhos, ja nao tinha a 4º mudança, fazia barulhos por todo o lado, e nao ia de certeza passar na inspecção..

No meu primeiro dia de ferias fomos apanhadas pela policia municipal sem inspecçao e sem cinto, obrigaram nos a ir a inspecçao senao eu ia ter de pagar uma multa que se avizinhava acima dos 500 euros.. e assim foi, nesse mesmo dia fomos ate ao centro de inspecções, nao havia forma de o passar sem gastar milhoes de euros em peças e mao de obra mecanica... foi dificil ouvir, mas nao havia arranjo possivel... "está a cair aos bocados" "está bom para ir para o lixo" ... pior foi "este carro pode explodir a qualquer momento" ... depois das ultimas noticias de carros a explodirem em parques de estacionamento na praia.. entendi que tinha chegado a hora... 

Fui ao stand ver carros, estava la um que não era assim tao feio, os meus pais fizeram pressão para que o comprasse, sempre convencida de que o credito nao ia ser aprovado pus os papeis para comprar o carro, a ideia era o credito nao ser aprovado e eu ter de continuar a andar com a minha Gaja Vadia...

Chego a casa "Amanha nao podes ir a praia de manha, temos de ir a um sitio" ok... o meu coraçao comecou a palpitar, a face ficou rosada, e respondi "nao nao nao e nao, eu nao quero, era sem compromisso, nao vou dar o meu bebe" ... depois de alguma resistencia, muita dor de cabeça com todos os familiares a obrigarem me a trocar de carro, la fui eu.... assinei os papeis chorei baba e ranho e deixei a minha Gaja Vadia ir a Leilão para peças... O meu tio aproveitou o que pode para o carro da minha prima e depois levaram na... despedi me dela... saiu em grande ainda a andar e sem explodir...

Gosto de pensar que saiu como uma estrela, deu o que tinha para dar e reformou-se antes de ser um caco... saiu de cabeça erguida pronta a dar vida a outros carros que ainda estejam bons para andar, tal como o da minha prima..

Foi uma boa menina, vou ter saudades.

 

Chamem me maluca, mas estou a ter problemas em lidar com o novo veiculo... mas se assim não fosse nao era eu...

Estou de volta!! mais doida do que antes!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.